Novidades

Como acabar com o desperdício de insumos na sua fazenda? Descubra agora mesmo!

como-acabar-com-o-desperdicio-de-insumos-na-sua-fazenda

Reduzir o desperdício dos insumos na fazenda é algo extremamente importante para quem vive do agronegócio, aumentando o faturamento e a competitividade. Porém, apesar disso, nem todo mundo se atenta a todos os fatores que podem impactar negativamente nessa meta.

Se você deseja começar a ter mais lucros, antes de tomar qualquer medida é importante pensar em todos os insumos que estão envolvidos no dia a dia do seu agronegócio, como defensivos agrícolas, rações para os animais, embalagens, sementes, máquinas e outros.

Em seguida, analise todos os detalhes importantes relacionados a esses insumos, como fornecedor, valor, situação do estoque, entre outros itens. Quer mais dicas para reduzir o desperdício de insumos na sua fazenda? Continue a leitura.

 

Analise a sua fazenda de forma completa

Fazer um diagnóstico preciso sobre a sua fazenda e todos os insumos envolvidos na sua produção é um passo essencial antes de tomar qualquer medida de redução de custos. Para isso, tente listar todas as suas etapas de produção, os insumos utilizados e quais momentos geram mais perda.

Analisar o processo completo é muito importante para poder ter uma visão mais real do seu negócio. Por Considere todas as etapas como plantio, colheita, distribuição, entre outros.

Identificadas as áreas responsáveis pelos maiores desperdícios ficará mais fácil pensar em medidas de correção. Isso porque, desperdícios advindos da colheita, por exemplo, são diferentes daqueles provenientes dos revendedores.

Quanto mais dados você tiver nesse momento, mais fácil será para colocar em prática as próximas etapas. Por isso, dedique-se a entender como funciona o desperdício de insumos dentro da sua realidade produtiva.

 

Crie planos de ação e metas de redução

Definida as áreas problemáticas é hora de pensar em soluções adequadas e também em metas de redução do uso de insumos. Em um primeiro momento, você deverá pensar em ações corretivas que auxiliem imediatamente a resolver o problema.

Por exemplo, se você notou que tem tido custos muito alto com os combustíveis para as máquinas da lavoura, podem ser necessárias ações corretivas, como a manutenção dessas máquinas ou ainda a programação em escalas para que seu uso seja otimizado.

Mas, não adianta apenas pensar em medidas corretivas pois, em longo prazo, essa situação poderá voltar a acontecer, assim crie um plano de ação que evite que esse problema se torne recorrente.

Se, no exemplo que citamos acima, o proprietário da fazenda utiliza máquinas muito antigas, certamente o consumo de combustível será alto frequentemente, ainda que sejam feitos reparos ou que o seu uso seja otimizado. Dessa maneira, uma medida preventiva em longo prazo deverá ser providenciar a troca desses equipamentos por modelos mais novos e econômicos.

E isso deve ser feito com todos os setores em que os problemas foram diagnosticados. Muitas vezes, você notará que terá de envolver seus funcionários nessa medida, treinando-os para que consigam realizar mais, gastando menos insumos.

 

Fiscalize se o seu plano está sendo seguido

De que adianta pensar em ações corretivas e preventivas se as mesmas não são colocadas em prática? É essencial que você coloque na sua rotina um momento para fiscalizar se as medidas estão sendo tomadas – e se os resultados trazidos estão de acordo com o esperado.

Novamente, no exemplo do maquinário, se você modificou os horários de utilização para que os equipamentos sejam aproveitados ao máximo, fiscalize se todos os seus funcionários estão seguindo as novas orientações e tente medir os resultados que essa iniciativa tem trazido.

Software de gestão. Planilhas são extremamente limitadas e não suportam todos os dados que você precisa inserir. Além disso, não tem as funcionalidades de que você precisa para gerir seu negócio com confiança e tranquilidade. Com um bom software de gestão, você poderá gerar relatórios de forma regular e analisar se os resultados dentro do período analisado estão realmente sendo positivos ou não.

 

Não se esqueça de considerar as condições externas

Infelizmente, nem sempre na hora de acabar com os desperdícios de insumos na fazenda apenas as medidas internas trazem resultado, já que existem inúmeras condições externas que podem influenciar o agronegócio, como o clima ou até mesmo um modismo relacionado ao consumo de determinados alimentos.

Uma seca prolongada ou um período de chuvas intensas inesperadas também podem impactar a sua produção e fazer com que você tenha de usar mais insumos para continuar produzindo – até mesmo uma infestação de praga pode colocar o seu planejamento em risco.

Por isso, é importante estar sempre acompanhando todas as condições externas que podem impactar na sua produção, tentando prever a maioria delas.

Pode ser difícil prever uma chuva forte que nem mesmo a meteorologia foi capaz de indicar, por exemplo, mas se atentar as flutuações do mercado e estar sempre acompanhando os setores de alimentação pode ser essencial para conseguir prever alguns “modismos” e lucrar com os mesmos.

 

Treine continuamente seus funcionários

Acabar com o desperdício de insumos deve ser algo buscado por todos os envolvidos na fazenda, isso significa também engajar seus funcionários nessa nova cultura. Quanto mais treinada for a sua mão de obra, maiores serão as chances de eles lhe ajudarem nesse sentido.

Profissionais com conhecimentos técnicos podem agregar na sua fazenda, auxiliando a criar novos métodos de produção que consumam menos insumos e tragam mais resultados. Lembre-se que até pequenas ações podem contar, como, por exemplo, abrir uma embalagem errada já pode ser uma ação que favorecerá o desperdício.

 

Lembre-se de reduzir o desperdício de recursos naturais

A água é indispensável em praticamente todas as fazendas. Mas, apesar disso, muitos gestores apenas se preocupam com outros tipos de insumos e se esquecem de economizar os recursos naturais, algo que pode colocar em risco a sobrevivência da sua fazenda em um futuro próximo.

Use ideias criativas para reaproveitar esse bem tão importante, como captação de água da chuva, automação para a irrigação da plantação, entre outras ações.

Como você pode notar, acabar com o desperdício dos insumos na fazenda exige do gestor uma capacidade analítica muito grande sobre todos os setores que podem impactar no seu orçamento. É preciso entender muito bem a sua realidade e continuar analisando as ações para entender se elas estão realmente trazendo benefícios.

Nesse sentido, contar com um software de gestão pode ser uma medida extremamente importante, garantindo que todos os dados estarão sempre atualizados – ajudando você a tomar decisões mais embasadas e de acordo com a sua realidade, que realmente tragam retorno a sua fazenda.

Com essas dicas, você acha possível acabar com o desperdício de insumos na sua fazenda?